Johnny Osbourne no Brasil

Os fãs de música jamaicana estão em polvorosa: daqui a poucos dias, São Paulo recebe uma das maiores lendas vivas da ilha, o cantor Johnny Osbourne. Com mais de 40 anos de carreira, o grande Johnny trará todo seu encanto e competência e fará três apresentações na cidade, para a alegria geral da nação.

Conversamos com o nosso amigo habitué do blog (e que sempre traz boas novas aos nossos leitores) Marcelo Knomoh, que está envolvido diretamente com a organização do Mês da Cultura Independente 2013, realizado pela Prefeitura de São Paulo em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura. Saiba mais sobre a série de shows que promete ser, junto com o Reunion of Dub, um dos eventos mais importantes do ano para quem curte a cultura da Jamaica.

(por Dani Pimenta)

Groovin Mood: Como é realizar novamente o Mês da Cultura Independente em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de SP? Existe alguma grande diferença estrutural em relação à edição de 2010, que trouxe Jah Shaka como atração principal? O que mudará?

Marcelo Knomoh: Bom, a realização vem da Secretaria de Cultura. A diferença é que desta vez receberemos um artista pra tocar no solo , sem palco ou grandes produções, em um evento que terá toda a estrutura ambiente necessária. O caráter sonoro e visual fica por conta do ambiente a ser ocupado e do Sistema de Som dando o tom “rua” para o evento, como eu gostaria que tivesse sido o Shaka ali do nosso lado tocando.

Arte por Esbomgaroto

Arte por Esbomgaroto

GM: O grande nome dessa edição é Johnny Osbourne, um dos maiores pilares da música jamaicana. Como foi feita essa escolha tão especial, e como foi ouvir o “sim” dele?

MK: Eu havia conversado com muitos amigos, e pessoas que ouvem e curtem reggae geralmente tem um apreço muito grande por ele. O Stranjah (pra quem não conhece, Stranjah é um dos nossos maiores colecionadores de música jamaicana. Veja entrevista com ele aqui) o conhece, e foi daí, desde setembro do ano passado, que estamos tentando este feito que só agora foi concretizado. Como sempre, eu sou lembrado por amigos que tenho por conta do meu trabalho junto à Prefeitura, e eles construtivamente pensam e lembram o quão bem falo e mostro as coisas que faço dentro da cultura Reggae. Acho que o esse amor é contagioso, rs!

GM: Em relação especificamente ao Johnny, a Radiola Records também está envolvida na vinda do artista, certo? Qual é a parte de cada um nessa empreitada?

MK: A comunicação inicial e as motivações são primeiramente com muita gratidão ao mestrão Stranjah, pois sem ele não haveria como ter um terço de muita coisa nessa cultura e na disseminação direta dela e na aproximação, na formação de amizades e junção de idéias. Bruno (Lancellotti, produtor musical e proprietário da gravadora Radiola Records) é o “support man”, nem tenho como agradecer mesmo sendo o trabalho dele, pois sei que apesar de ser uma cultura e um artista que ele admira, é o cara que tá fazendo o corre burocrático total e o suporte pra nossos sounds e etc. A Prefeitura está realizando esse grande Mês de Cultura Independente, dou graças por estar próximo e poder contribuir artisticamente.

GM: Parece redundante, mas sempre é importante saber e compartilhar: qual a importância da vinda do grande Johnny Osbourne a seu ver?

MK: Lá em cima você disse “um dos Pilares da música jamaicana”, e eu acho que responde e muito, pra mim é um pilar, vivo, firme. Eu espero muito disso

GM: Além de Johnny Osbourne, Rico Rodriguez, outra atração ligada à música da Jamaica, faz parte da programação do Mês da Cultura Independente. Será que isso significa que há um esforço de quem faz acontecer as movimentações culturais na cidade para “democratizar” o acesso à rica e belíssima cultura musical da Jamaica, ajudando a derrubar possíveis estereótipos, ou é apenas uma boa coincidência?

MK: Acho que de certa forma estamos conseguindo nos colocar no mapa cultural da cidade através das ocupações independentes e dos esforços dos sistemas de som, de quem promove, das bandas também… Há um novo “mercado” a se formar nisso, algo que cresce por si só. Acredito que é caráter fundamental do poder público buscar visualizar e ir atrás disso, principalmente nas periferias, e dar olhos e ouvidos e principalmente subsídio financeiro para qualquer forma de manifestação musical que envolva cultura, conscientização, dança, diversão, pintura de parede, e tudo que o povo deseja e não o que simplesmente é oferecido sem o mínimo de tato ou pesquisa geográfica. Democratização é muito difícil de se falar estando em meio a uma cidade também tão difícil, que ainda permite tantos maus-tratos e violência impostas na educação de seus cidadãos, mas talvez um novo olhar venha com cada evento desse. O estereótipo ainda precisa ser muito mais exposto e visto, pois ele está muito próximo de certo cotidiano da cidade, e estes são os lugares que queremos que esses artistas interajam.

2431514181_0525594f3a

GM: Quando acontecerão os shows de Johnny Osbourne, e quem também participará das apresentações?

MK: Kas Dub amplifica e faz o Warm up e Stranjah é quem seleciona pro homem na sexta feira (13/09),  na rua Dom José de Barros com a rua 24 de Maio, bem no centro da cidade, às 18 horas. No sábado, 14/09, os Irmãos do África Mãe do Leão amplificam e selecionam pro Osbourne das 14 às 22 horas no Centro Cultural da Cidade Tiradentes.

Já no domingo (15/09), eu e meus irmãos do Quilombo Hi Fi Julião Peppa e Fernando I-dren, amplificamos e selecionamos na Praça Herói Zumbi dos Palmares, encerrando essa tour por SP. Todas as apresentações são gratuitas.

Pra encerrar, quanto à música, que se faça em todo e qualquer lugar como a maior política e solução de todas entre os seres humanos. Somos e seremos sempre felizes enquanto ela estiver do nosso lado, e nenhuma nação com musicalidade e uma grande Fé em Deus precisará um dia ouvir sequer o gatilho de uma arma de fogo, assim acredito. ONE BLOOD! Obrigado mais uma vez, Groooooooovin modo! Que venha um e venham todos, Jah abençoe!

“Parcialidade não tem lugar no julgamento Lembre-se das palavras da profecia.” J.Osbourne

Advertisements

4 thoughts on “Johnny Osbourne no Brasil

  1. Pingback: Mixtape Let it Burn #5 |

  2. Pingback: Agenda da Semana – 13/09 a 19/09/2013 |

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s